sexta-feira, 1 de junho de 2007

nova vida.

OPA. agora sim.
Tava dificil encontrar um template decente, 'but this one looks like a kepper'.

agora vamos ao que interessa.
e vamos logo com isso, já que hoje aquele ser com milhões de trilhões de núcleos de hélio explodindo violentamente a cada segundo chamado Sol, subiu no céu, deu uma olhada em volta e disse "Nah, não pretendo trabalhar hoje", e o resultado agora é dedos congelados desta que vos fala. Eu até poderia digitar com luva, o que é bem engraçado, mas não eficiente.

minha nova empreitada salarial.
estudar de manhã, e "trabalhar" a tarde.
digo trabalhar entre aspas mesmo, porque não pode se considerar trabalho ajudar meia dúzia de pessoas que não sabem o que significa cd-rom e como fazer pra entrar no orkut ou ainda aqueles que falam "MEU DEUS COMO ÉQUIEUFAÇOPRAPARARESSAMENSAGEM MEAJUDAPORFAVOOR" sendo que a mensagem consiste em 'aperte AQUI para PARAR com essa mensagem', entre outros.

eu posso até ser ignorante sobre isso, apesar de TER uma lan house, mas as pessoas não deveriam partir do principio de que precisam SABER USAR UM COMPUTADOR para USAR UM COMPUTADOR?
quero dizer, se você não SABE como se corta carne, mesmo que isso possa ser extremamente divertido, você NÃO vai ao açougue, paga pra você mesmo cortar sua carne e fica pedindo pro açougueiro te ENSINAR a cortar carne enquanto ele tem coisas mais importantes pra fazer como cortar carne pra outras pessoas que são sabias o suficiente para pedir pro açougueiro cortar a carne delas ao invés de fica-lo ATAZANANDO A TARDE INTEIRA.

mas como eu disse, não é um trabalho.
é só algo que me faz extremamente infeliz.
e eu tenho que admitir que grande parte dessa infelicidade não são as pessoas leigas, digamos assim :), a grande parte dessa infelicidade é porque eu estou sendo obrigada a amadurecer, quando eu NÃO QUERO.

claro que dia 15 chega meu modesto salariozinho, e agora eu vou poder sentir se é verdade o que os populares dizem sobre dinheiro e felicidade.

acertando o problema do trabalho assim, a segunda coisa que mais me deixa infeliz é ter de levantar antes do Sol.
antes mesmo dos micróbios, porque a temperatura que eu presencio todas as manhas no choque térmico que acontece entre eu recém-saída de debaixo de um cobertor quentinho e o ar, simplesmente o AR, todas as manhãs me fazem acreditar que nessa temperatura é impossível a sobrevivência por mais de dez segundos de qualquer coisa em que exista vida. e é por isso que eu me mando rapidão pro chuveiro. levando agora a terceira coisa que mais me deixa infeliz.

o chuveiro.
esse objeto único, grande invenção, com certeza, apesar de negativas vindas dos europeus.

primeiro vem a dúvida, entrar ou não em um jato de agua quentinho, porém cercado de maléfico ar?
ou pior ainda, depois da conclusão positiva à pergunta acima, e muitos contorcionismos desajeitados para tentar caber inteira no jato de agua quentinho, como só desliga-lo e sair andando atrás de roupas com um paninho em volta do corpo, como se não estivesse 3566576587°C negativos? e depois de toda essa tortura mental e FÍSICA, como se não fosse o bastante eu ainda tenho de comer, COMER!, quer dizer, COMO AS PESSOAS CONSEGUEM COMER DE MANHÃ E NÃO TEREM VONTADE DE VOMITAR EM CIMA DA PRIMEIRA PESSOA QUE DESEJAR BOM DIA A ELAS? o que eu não consigo, e como é facilmente percebível, é a quarta coisa mais abominável da minha "nova" vida.

Um comentário:

Lolαα disse...
Este comentário foi removido pelo autor.