quinta-feira, 25 de junho de 2009

quarta-feira, 24 de junho de 2009

A Bela e A Fera e As pessoas.

dai tá, ontem eu fui lá no centro cultural por causa da fuckin' festa do teatro e fui toda achandinha que ia conseguir ingresso, porque pra mim, ninguem tava nem sabendo, vi nenhum buzz no twitter, vi nenhuma propaganda na tv, vi nada. cheguei lá, fiquei 2 horas na fila e descobri que a fila que eu achei que fazia um U (entrando na entrada principal do centro) na verdade fazia varios U na parte que deveria ser reta, logo, eu achando que a fila tinha no máximo 500 pessoas, na verdade tinha o triplo, depois dessa constatação estarrecedora, fiz como umas 20 pessoas perto de mim na fila e desisti (E OLHA QUE EU SOU BRASILEIRA HEIN).

e né, na hora que começaram a distribuir for reals os ingressos (eu cheguei as 15:30 e começaram as 16:00) e o pessoal começou a passar do meu lado pra ir embora e pans, nego disse que tinha chegado lá AS NOVE DA MANHÃ. daí a moça que tava no meu lado na fila (super simpática, adorei ela, até me ofereceu chocolate - mas estamos em SÃO PAULO, não aceitei porque até onde eu sei tinha boa-noite-cinderela no chocolate e ela ia me sequestrar) me disse que ela tinha vindo do posto do teatro municipal e lá tinha gente que tinha chegado AS QUATRO DA MANHÃ (lá começava ás 11:00 MAS AINDA ASSIM).

meu ponto é: eu estava discutindo sobre isso com meu irmão que também achou que não ia ter essa fila quilométrica porque ele não tinha visto em lugar algum uma divulgação, mas chega lá, o negócio é de graça, people ain't shit. o que eu acho é que muita gente não estaria lá se tivesse um valor simbólico, digamos 10 reais o par de ingressos, porque as pessoas não tem DE VERDADE o gosto de ir ao teatro, todas essas pessoas não são gente que gostaria de ir ao teatro e não pode porque é caro blablabla whiskas sachê, toda essa gente tava lá porque é de graça, e daí as pessoas que realmente querem ir a uma peça cara mas já tinham desencanado (como eu, e descobri que tinha o ingresso lá, mas já desencanei denovo) não vão poder ir porque não podem ficar 7 horas em uma fila.

pra mim, tenho certeza de que se houvesse um valor simbólico pra esses ingressos (R$ 10 o par, por exemplo) não haveria essa fila. haveria uma fila grande sim, mas mesmo sendo esse preço menor do que de uma ida ao cinema, pessoas que não tem gosto por teatro não estariam lá.

minha mãe disse que esse é um pensamento arrogante e elitista, mas eu não acho, principalmente porque o número de teatros baratos e ÓTIMOS em são paulo é absurdo, e você vê o negócio lotando? NÃO. de fato, a melhor peça que eu já assisti na vida custou R$ 6,00 (teatro macunaíma - Rei Lear, AÇISTÃO). mais barato que um cinema. e a segunda melhor peça foi DE GRAÇA (Sesi - O retrato de Dorian Gray) e uma das peças mais sem-graça, foi a que o ingresso custava mais caro: R$ 50,00 (Teatro Bibi Ferreira - Filosofia do Sexo 3), e eu nem paguei isso porque eu tinha a revista de popularização do teatro e etc, aquelas coisas que tentam te vender quando você vai na Paulista, vocês sabem, mas enfim, não vem ao caso agora, o que eu quero dizer é: se você quer ir ao teatro, VOCÊ VAI.

e eu queria TANTO assistir A Bela e A Fera desde que eu vi o cartaz no Teatro Abril (passo na frente direto e etc) mas depois de descobrir que o ingresso é 80 conto já tinha desencanado, daí vendo a listinha da festa do teatro descobri que tinha lá e fiquei OMG-OMG-OMG-PRECISO-IR, mas como o hype na fila era todo mundo dizendo que ia voltar as 4 da manhã na sexta pra pegar justamente A Bela e A Fera (veja bem, as pessoas que eu ouvi conversando iam pegar este ingresso porque era um dos mais caros e eu tinha descoberto que era caro só depois de querer ver a peça) decidi que não vou nem tentar.

pra falar a verdade, eu voltaria lá sexta se eu tivesse certeza que chegando lá as 6 (esse é o horário que eu chego saindo de casa no primeiro ônibus) eu conseguiria, mas eu não tenho essa certeza, o que me deixa hiper frustrada e me faz querer que eles tenham um valor simbólico. não é arrogante e elitista porque como eu disse, quem quer ir ao teatro VAI, e quem quer coisa de graça, bem... não.



ps: eu PRECISO DIZER ISSO. quando eu estava lá na fila, atrás de mim estavam essas pessoas que acham que ENCOSTANDO na pessoa da frente a fila anda mais rápido. essas pessoas são a ruína da vida nas filas de banco e lotéricas, e poucas coisas nessa vida me estressam muito (minha mãe e esperar ônibus quando eu estou atrasada) mas essas pessoas com certeza são uma dessas coisas.

veja bem, eu estava LENDO (A Torre Negra - O Pistoleiro, Stephen King). eu levei um livro porque eu sabia que teria de esperar (ou achei que teria de esperar só) 2 horas, e estava na minha, lendo enquanto a fila andava (andar e ler - UMA ARTE) e essas pessoas (2 garotas e o namorado de uma das garotas) decidiram que era uma boa idéia fazer uma competição de assobios. COM-PE-TI-ÇÃO DE AS-SO-BIOS. acho que não ficou claro: COOMMMMMPPPETTTIÇÇÇÃOOOO DDEE AAASSSSOBBIIOSSS!(!!!).

ver quem assobiava mais alto e tudo mais, ATRÁS DE UMA PESSOA LENDO e ENCOSTANDO NELA ao ponto do namorado, de mãos dadas com a garota passar de mim quando a fila andava. isso quando a garota-sem-namorado não pisava no meu calcanhar com um daqueles tamancos plataforma. (agora sim um comentário arrogante e elitista: VOCÊS ACHAM QUE ESSAS PESSOAS GOSTAM VERDADEIRAMENTE DE TEATRO? eu acho que elas gostam de coisa de graça)

preciso aprender quando meu Ka me diz pra não ir. (quem já leu o livro - Torre Negra -, entende o que eu quero dizer)

quinta-feira, 18 de junho de 2009

futilidade.

vou pintar meu cabelo de preto.

quer dizer, faz 61168421 anos que eu pintei ele de loiro e aí, é aquela coisa: ótimo durante 2 meses depois raízes! mas ele não é muuuito loiro, então não fica muuuito feio (quer dizer, na minha opinião, uma amiga da minha mãe falou que eu tinha que pintar essa cabelo urgente porque tava horroroso HAHAHAHAHAHAHAHAHA).

daí que, aproveitando que eu já tô jogando tudo da minha vida pro ar mesmo, vô pintar meu cabelo de preto, pra pagar de revoltadinha (não, não é pra pagar de revoltadinha, é porque eu preciso mudar, não aguento mais o loiro).

a questão é: todo mundo tá me dizendo que vai ficar ridículo, e que eu deveria continuar com o loiro, o que dá até pra fazer outros paralelos com uns acontecimentos recentes, porém eu não aguento mais ficar com o cabelo loiro, coisa que também dá pra fazer paralelos, então eu vou contra tudo o que estão me aconselhando, mais paralelos.

é isso, QQ6ACHÄO/?//

sábado, 6 de junho de 2009

mendigo louco, finals week, jane eyre, grounded for life, ME ADD.

tantas coisas pra escrever, e tão pouco tempo:

outro dia eu encontrei o mendigo que eu vi no dia que eu fui pra barra funda por NADA, e ele estava lá no lugar dele de sempre, só que dessa vez ele estava vendendo uns brincos e umas pulseiras, tudo isso montado em uma espécie de monstruário (na rua, mas ainda assim) e ele estava com fones de ouvido (daqueles grandes que só pessoas sem muito senso de moda usam) e claro, falando sozinho (ou com alguém invisível, OU AINDA interagindo com o que quer que ele estivesse escutando nos fones) e eu me pergunto: como durante todo esse tempo eu não consegui um emprego, nem mesmo outra entrevista, nenhuma luz no fim do túnel, e ele, O MENDIGO LOUCO, conseguiu todo esse patrimônio?

BAD KARMA minha gente, anotaí.

***********

com a semana de provas eu não sou mais a louca dos livros somente (para o pessoal do ônibus) agora eu sou também a louca dos números, a louca dos gráficos, a louca dos 80 ex. de limite. porque né? eu realmente passo 2 horas no ônibus só pra CHEGAR na minha faculdade, e este é um tempo totalmente razoável para se fazer exercícios de limites, estudar para a prova de física, rascunhar o relatório dos laboratórios de química, essas coisas. e só pra você saber como loucura depende do ponto de vista, (como eu estava discutindo outro dia com meus amigos) pra mim, loucas são essas pessoas que ficam aí irritadas com o trânsito, loucas da vida, olhando pro teto, conversando com desconhecidos, essas coisas, porque isso é um gasto de tempo absurdo. mas daí também, eu escutei um cara conversando com outro no ônibus (quer dizer, minha concentração é ótima pra conseguir fazer tudo isso lá, mas tem gente que fala muito alto) que não conseguia ler no ônibus porque enjoava, o que me deixa triste, mas me faz pensar: mesmo se não deixasse as pessoas enjoadas, elas leriam? ficaí a dúvida.


**************

a semana de provas já acabou também, e eu parei de ser a louca das lições, o que me faz lembrar que estou há 3 semanas lendo Jane Eyre, mas é porque eu pedi pra moça da biblioteca e ela me entregou, eu pus na bolsa, e quando estava no õnibus, fui abrir o livro toda feliz, percebi que era em inglês. A bateria do meu mp4 tinha acabado e eu fiquei toda: já-tô-aqui-mesmo e comecei a ler, daí que a história é ótima, mas óbvio que eu não consigo ler inglês antigo (aproximadamente de 1800) com tanta facilidade quanto português, e essa é a primeira vez que eu demoro tanto pra ler um livro.

conseqüência disso, vocês podem imaginar que com a minha memória, eu estou devendo meus olhos pra biblioteca (na verdade 16,20) que supostamente deveriam vir no meu boleto, mas eu sou bolsista, então não tenho boleto. eu disse isso pra moça da biblioteca (quando fui pela segunda vez renovar o livro ATRASADO) e ela disse que as vezes eles nem mandam, mas eu tô com medo de daqui á cinco anos, quando eu quiser, sei lá, comprar minha casa, não poder por estar devendo milhões em juros pra biblioteca, de uma conta que nunca veio. quer dizer, isso pode acontecer, né?

***************

tô de castigo hoje, porque minha mãe acha que eu tenho 3 anos de idade, e nós brigamos a semana passada, a briga (nem me lembro mais porque) passou, mas o castigo ainda está de pé, o que significa que eu não vou poder ver o namorado hoje, e amanhã ele disse que tem de estudar, então eu só vou poder ver ele um pouco.

sinceramente, acho que ele teve sorte, considerando que eu estou de tpm, e perdi meu mp4 faz semanas e tive um crise de choro totalmente irracional por isso hoje (SÉRIO). oi? bipolaridade e eu trabalhamos na tpm. quer dizer, ele sim é sortudo por não ter de me aturar chorando a noite inteira porque acho-que-ele-acha-que-eu-sou-gorda, essas coisas, right?

e isso é estranho também porque vai ser a primeira vez em meses que eu passo o sábado á noite em casa, no msn, como eu costumava fazer MUITO antes de namorar. vai ser um saco, porque eu estou de tpm, e não tenho mais vida social online (finals week foi essa semana) então ninguém vai falar comigo e eu provavelmente vou chorar por isso também. (quem quiser me poupar de mais essa crise de choro: lari12_13@hotmail.com - criei quando eu tinha 11 anos e não tive saco pra mudar nunca mais depois disso)

**************

e bom, meu computador voltou a funcionar EEEEEEEEEEEEE. então hoje eu posso jogar the sims 2 também! coisa que eu não faria se eu tivesse saído, então olhaí o lado posítivo. talvez eu até arrume meu quarto E ache meu mp4!! (NOT)

**************

é isso, tinha mais coisa mas SURPRESA(!) eu esqueci.

UPDATE: minha mãe arrumou meu quarto E achou meu mp4! a vida é bela! como eu pude brigar com esse ser sublime? ela é a mulher da minha vida!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

premio jovem brasileiro stuff.

então, cês tão ligado que eu ganhei ano passado e pans né? (obviamente, não escrevendo desse jeito, escrever desse jeito não leva a nada) acabei de achar umas fotos do povo que tava lá:

http://contigo.abril.com.br/noticia/famosos-conferem-7o-premio-jovem-brasileiro-306959.shtml?ft=10p

tipos... eu tenho certeza que tiraram fotos minhas e etc, e não, eu não queria que saisse na Caras, eu só queria saber onde elas estão.