terça-feira, 17 de março de 2009

a louca dos livros.

eu passo 2 horas no ônibus pra ir pra faculdade, e 2 horas pra voltar, e se nem quando eu fico no computador consigo fazer uma coisa só de cada vez (no momento estão abertas as abas: google reader / gmail / orkut / yahoo groups / claro / outro google reader (eu não consigo nem ler um post só de cada vez) / twitter / the best page in the universe / google analytics - alias, to pasma que vem tipo, 5 pessoas por dia aqui, pra mim vinham isso POR MÊS) imagina se eu ia ficar vendo a paisagem QUATRO HORAS SEGUIDAS.

enfim, estava eu terminando de ler Cem Anos de Solidão, que eu tinha pego na faculdade (E eu já desconfiava, mas agora tenho certeza: solidão é a pior coisa do mundo, já ouviram Eleanor Rigby? Até os Beatles já tinham cantado essa bola) e sei lá, eu leio rápido, e mesmo que eu não ache isso bom, porque pra ficar lendo um bom livro durante uma semana eu tenho de ler ele uma vez (geralmente em dois dias) daí, saber que ele é bom e reler ele mais umas 2 vezes, enquanto a maioria das pessoas pode desfrutar de um bom livro durante várias semanas, eu desfruto durante 2 dias.

Daí tá, faltava umas 30 páginas pra terminar e eu fui lendo né, normal, quando eu cheguei na última página eu percebi que a moça do meu lado estava com uma cara de interrogação, meio que se perguntando se eu tava lendo mesmo ou vendo as figuras (não tem figuras no livro que eu lia, vocês entenderam), mas tudo bem né, se eu for me preocupar com o que as pessoas no ônibus tão pensando, não vivo, e daí terminei o livro e pus ele dentro da minha mochila, só que nisso, tinha passado tipo, 20 minutos, e ainda faltava muito tempo, daí eu tirei outro, que meu amigo tinha me emprestado - Eu sou o mensageiro, do mesmo cara que escreveu A menina que roubava livros) daí eu li alguns capítulos, só que esse livro me irrita, porque o narrador, que também é personagem, fala muita gíria, e apesar de um outro amigo ter me falado que essa era a sacada do livro, e era genial, alô? o cara de Vidas Secas fez isso muito antes, e de um jeito muito mais consistente, enfim, o livro me irrita, e eu to lendo ele aos poucos, então eu fechei esse livro também e peguei um outro livro (O Homem Invisivel, H. G. Wells - tô tentando ler os clássicos) que eu também tinha pego na faculdade, mas que ia começar a ler na hora que terminasse os Cem Anos de Solidão.

Até aí, eu estava meio alheia para o que estava acontecendo a minha volta, mas nessa hora eu acabei percebendo não só a moça, como outras pessoas me encarando e aí eu percebi.

Sabe a louca dos gatos? que tem 27 gatos e anda com TODOS ELES na rua, e que acha que os gatos são mais importantes que as visitas, daí quando chega alguém ela acha perfeitamente normal que a pessoa se sente no chão cheio de pêlos enquanto as 27 poltronas são ocupadas pelos seus queridos gatinhos.

Então, no momento em que eu vi que tava todo mundo me encarando por ter três livros na mochila e ler todos eles tipo assim, por diversão, ao mesmo tempo (não literalmente ao mesmo tempo, mas assim, na mesma semana), eu percebi que eu sou a louca dos livros.
E nem dá pra reclamar.

6 comentários:

Aurelius disse...

Você é completamente insana (uhaehaeuhae), ler três livros e ao mesmo tempo, e pelo nome, não são grandes coisas, mas deixa pra lá. Pelo menos tu é bonitinha ;D

unibero disse...

BEM, CADA UM COM O SEU CADA UM.

Lari disse...

quem é você, unibero guy? (or girl) (probably guy 'cuz there is 654313 guys in my class and just like, 2 girls)

UNIBERO disse...

who am I?

well, well well...

they call me Bond, James Bond!


I´m little bit bigger than you....so... discovery....

Lari disse...

i bet I know who you are, and i'm gonna break your face! hahahaha.

UNIBERO disse...

really?

so.. lets try!

ho ho ho ho (evil laughts)