quarta-feira, 22 de outubro de 2008

welcome to Nobody Cares, population: 6 billion.

Não é que eu não tenha inspiração pra postar, é que tudo o que se passa agora é pessoal demais, ou irrelevante demais. Eu ia postar alguns comentários sobre todo o acontecimento Eloá, mas muitos blogs já disseram o que eu ia dizer - basicamente: ela morreu mas não finja que se importa porque eu serei obrigada a ignorar você.

Ok, a frase anterior ficou pessimamente explicada, isto provavelmente merece um parágrafo: Você pode até ligar pra criminalidade, pode ligar pro fato de todo mundo ter ficado louco de uma hora para outra, pode lamentar um pouco o fato de uma garota ter morrido por coisas tão banais, pode até lamentar que pessoas continuem ligando pra orkut, mas por favor, não FINJA se importar de verdade perto de mim, porque você não se importa, assim como você não se importava com a Isabela, mesmo que você tenha posto aquele videozinho nos seus favoritos no orkut, já que isso não é se importar sabe? Acho que a únicas pessoas que se importaram de verdade são a família, porque até a melhor amiga que tomou tiro também e coisa e tal, disse pros médicos hoje que queria receber a visita do Alexandre Pato, o JOGADOR DE FUTEBOL.

Minha estupefação é tão grande que isso merece outro parágrafo: Quer dizer, eu não sei vocês, mas se eu e minha melhor amiga fossemos sequestradas pelo namorado dela, ela morresse e eu não tivesse mandíbula, a última coisa na qual eu ia pensar seria uma possível visita do Chris Martin (O vegetariano, vocalista, homem, pessoa, criatura mais sexy do mundo) mas talvez não querer isso dela seja esperar demais de alguém voltou ao cativeiro de um cara louco com uma arma. E aqui eu chego ao verdadeiro assunto do post. Outro parágrafo.

É só que, eu sei que as pessoas acham que eu não tenho sentimentos, mas se tem uma amiga minha em um quarto com o ex-namorado louco dela com uma arma, eu não volto. Isso não se chama falta de sentimentos, se chama inteligência, porque saber reconhecer que eu, tendo 15 anos, provavelmente não serei tão boa na tarefa de fazer o cara louco não querer atirar na minha amiga quanto alguém que passou em um concurso, estudou e pratica isso, e não tem 15 anos é inteligência.

E agora, tirando a parte da inteligência, eu não voltaria mesmo assim, é que talvez eu não tenha mesmo sentimentos, mas ei, se somos a espécie reinante neste planeta é por causa de pessoas que pensaram como eu ao longo da história. Entende? Se na luta pela sobrevivência, digamos, no começo de alguma era glacial ou algo assim, um dos machos do bando fica preso atrás de uma parede de gelo, existem duas opções: a) os outros ficam pra trás para ajudar, e acabam presos também (porque oi? a gente não era sapien sapien ainda não) deixando as fêmeas do bando desprotegidas e sem um macho para perpetuar a espécie; ou b) eles mandam uma do tipo: "ei, sem ressentimentos, mas é que a Sra. Cara Peluda tá grávida, e a gente precisa achar um lugar quentinho nesse deserto de gelo, tu sabe coméquié, além do mais, tava óbvio que se afastar do grupo ia dar em merda e você fez mesmo assim, então não posso fazer nada" e vão embora. Você está vivo, nós estamos aqui, opção escolhida pelos nossos antepassados, e instinto conseqüentemente herdado por nós: B.

Ps: argh, acabou que eu fiz um texto enorme sobre esse assunto.

6 comentários:

corpo estranho no sistema disse...

Não tinha visto! Mas fui procurar e fiquei lisonjeado! Valeu.

E quanto à sua "to do" list, fica tranqüila que eu já tive dez anos a mais que você para encarar Crime e Castigo e a Divina Comédia e eles continuam na lista...

Tiffany Vanderbilt disse...

Viva a individualidade!!
E olha, eu leio MTO rápido. SdA li em 3 dias (1 livro por dia)... e demorei pra ler crime e castigo 3 meses. Então nem se preocupa...

Ana Lu disse...

Teu raciocínio tá certo, mas parar pra ajudar às vezes é bom, se fosse você presa no gelo você ia querer ajuda. beeijos *;

ch4os disse...

As vezes escrever, é mais subjtivo do que os outros pensam.


E pra falar a verdade eu mencionei a morte da garota, mas pelo menos eu fui sincero e disse que era simbolico.

Caso contrario ao ler isso ficaria corado...

;-)

pontoevírgula disse...

Dividirei esse comentário em pontos, porque eu sou fraca, sabe como é Lari:

Ponto um: Não, eu não voltaria a) se fosse você, b) NEM FUDENDO se fosse o Bola e c) nem sobre pressão do exercito do vaticano - sim, eu tenho certeza que eles tem um super exercito mas escondem, um dia eles virão!- se fosse o papa fofinho que odeia adolescentes :)


Ponto dois: é,dificil julgar mas essa nayara é bem estranha e deve se matar no photoshop porque OI? como assim meu, você viu a diferença? Se pá usaram figurante...


Ponto três: Claro que você não voltaria, você é de escorpião helloooo, négocio é só sexo com a gente. Até por isso não há espaço pra namorados psicopatas - mas pra MELHORES AMIGOS VULGO BOLA sim :). Acho que se fossemos sequestradas e, considerando aqui que o sequestrador NAO FOSSE O BOLA, ele ficaria la embaixo gritando: AEW SE FUDEU ARROMBAAAADA, você sabe que sim.


Ponto quatro: Adorei o cara peluda, tô pensando em deixar a minha barba crescer seriamente, depois desse texto. (que não leiam isso aqui).

Ponto cinco: Não concordo cem por cento com a dita lei da sobrevivência e que vença o mais forte apesar da natureza ter escolhido assim no mundo animal. Se podemos pensar - supostamente- podemos questionar - também supostamente- e mudar - ?? bem supostamente- algumas coisas, mas sabe como é, alguns tem coração, outros pedra. (pedra mesmo, não cocaína, como o BOLA.)


e ah, MIDIVIRTU aqui. :)
adoro seus textos, DIVERDADI.

beijos minha best for ever de cuerola. (shio, é amor, você sabe, sente. ;*)

Anônimo disse...

oi princensa.

rsrsr





XERUUUUUUU!11111