sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

amiga, uma história bonitinha de natal pra você (não é spam)

gente, to postando sem revisão um e-mail que eu mandei pra B. porque oi, escrevi demais já, descanso pros meus dedos doentes...

Amiga, estou no Ceará, há muito, muito tempo demais, mas estou voltando em 3 dias. Uma viagem de 17 dias não me pareceu tão grande assim quando eu estava em São Paulo, mas depois de DUAS bezetacil (escreve assim?) e 5 dias no antibiótico me parece muito demais demais. Apesar disso não foi de todo ruim, já que eu vi meus vovôs e tios e padrinhos, e toda essa galera que devia estar comigo em São Paulo, fora do calor-inferno mas não estão.

Amiga, passei o natal na roça, mas uma roça, mas uma ROÇA que você não tem noção. Pensa em uma roça, agora adiciona mais alguns animais (maioria insetos, mas alguns morcegos e uns rastejantes também, SEM FALAR nas baratas que argh, ódio profundo delas), tira a água encanada, multiplica por 9 o calor de Sunpaolo (sim, por 9, já que aqui em Fortaleza a gente multiplica "só" por 5 o calor) e pronto, era essa a roça em que eu estava. O foda maior é que essas drogas dos meus anticorpos não servem pra nada e eu já cheguei lá com dor de garganta né, daí atacou sinusite, atacou rinite, atacou foi tudo, e aquela poeira, e aquela roça, e dormir em rede (dormir na cama era sufocante) e olha, dor. Muita dor. Achei que minha garganta ia fechar e todas essas coisas de gente doente etc, mas vou parar de reclamar porque eu pelo menos passei o Natal com meu Vovô, coisa que eu não me lembro de ter feito (mas dizem que eu já morei aqui quando eu era pequena, apesar de eu não lembrar) e se ver os familiares e ficar feliz com isso apesar de todas as adversidades não é o verdadeiro espírito de Natal, eu não sei o que é. (tá, eu não pude realmente desejar á ninguem Feliz Natal, assim, falando alto, porque eu tinha de escolher entre respirar ou sentir uma dor lacinante enquanto tentava emitir ruídos baixos, mas aposto que todo mundo entendeu minhas mímicas de "muito amor e paz nesse próximo ano", ok? e não se fala mais nisso).


Além disso, a parte em que dois morcegos entraram em casa e todo mundo começou a gritar - menos, obviamente, eu - e meu vô rindo de todo mundo foi bem engraçada. Mas foi meio pesadelo-like a parte em que eu acordei a noite pra ir ao banheiro e encontrei 2 rãzinhas o que não tinha nada demais (já que elas tinham meio que uma casa ali perto, e rãs não fazem mal a ninguem) então eu entrei, mas daí eu encontrei uma barata gigantesca do lado do vaso sanitário, ameaçando subir, o que teria me feito gritar feito uma mulherzinha, mas na ocasião só me causou dor física (já que eu tentei gritar e não saiu nada). Pensei em acordar meu vô, mas ele já tinha matado os morcegos então fui tomar uma água esperando a natureza tomar seu rumo e uma chinela cair do céu em cima da barata-nojentona (quem sabe?) mas daí tinha outra rã grudada na geladeira e eu já estava de saco cheio da vida animal querendo fazer amizade (de agora em diante mudarei o status do orkut para -prefiro eles no zoo na parte de animais, questão de honra!) e fui dormir, na minha supracitada REDE, e sonhei com baratas FIM.

Amiga, estou na lan, e eu rio sozinha no computador, pessoas me achando louca há horas aqui (e Buda sabe que eu não fico uma hora só no computador, apesar da dor na bunda por causa da bezetacil e tudo mais), por isso digo: me ajuda amiga, me ajuuuda! Aposto que você canta na frente do PC amiga, você não me engana. Mas tudo bem, em 3 dias estou aí (o que aliás não serve de nada já que eu li no teu blog que você vai viajar - pensando nisso, acabei de pensar em como a gente se espõe não é mesmo? Alô sequestradores ;D).

De qualquer maneira, depois a gente edita os vídeos proibidões de Porto (oi pessoal do blog, vocês não verão os vídeos proibidões =D - quer dizer, vai que alguem da escola, de quem a gente falou mal, diga-se de passagem: muita gente, vê, não é mesmo? Agora, se alguem me sequestrar e quiser isso como resgate, você entrega viu Brrruna, minha vida vale sua reputação total)


B., desculpa por não ter te mandado recadinho no Natal - deve ter sido horrível esperar e esperar um recadinho meu não é mesmo? (miachanu), mas olha, eu tomei banho de CANECA no Natal... mereço total um desconto.

Bolota, te amo e adoro, e torcendo pra você passar na Unicamp! Cruj Cruj Cruj, TCHAU!

3 comentários:

Non-Sense disse...

Imprópria para consumo é uma boa descrição.

Melhoras e relaxa, eu não te acho louca.

Paulera disse...

e o comentário de cima é meu ;)

Buh disse...

Ja que vc me provocou, agora esperimenta, senta que é de menta, senta que é de menta!
Eu tenho um post, vc nao tem, chupaaaa

Mas comentarios no seu email =)